Verbos italianos: Passato Prossimo (indicativo)

Ciao ragazzi, tutto a posto? Chegou a hora de estudarmos o “Passato Prossimo”, que seria, por assim dizer, o nosso pretérito perfeito. Na língua italiana, para indicar acontecimentos passados, recentes e remotos, temos, respectivamente, o passato prossimo e o passato remoto, do qual nos ocuparemos mais à frente. Ambos, porém, são traduzidos, quase sempre, pelo pretérito perfeito do indicativo. Em um dos nossos posts anteriores, vimos o uso dos verbos auxiliares “ESSERE” e “AVERE”, vocês se lembram? Se já se esqueceram, peço-lhes que releiam o que foi explicado, pois assim, será mais fácil entender o uso desse novo tempo verbal.

Verbos em Italiano

O passato prossimo, muito usado seja na língua escrita seja na língua falada, indica eventos, experiências e fatos concluídos no passado, cujos efeitos ainda perduram no presente. A sua formação é feita com os auxiliares ESSERE ou AVERE conjugados no presente do indicativo seguidos do particípio passado dos verbos principais.

O particípio passado se forma suprimindo a desinência dos verbos no infinitivo e acrescentando  -ATO, se o verbo principal é da primeira conjugação, -UTO, se o verbo principal é da segunda conjugação, ou ITO, se o verbo principal é da terceira conjugação:

ARE  ⇒  ATO (CANTARE  ⇒ CANTATO)

ERE  ⇒ UTO  (VENDERE  ⇒ VENDUTO)

IRE ⇒ ITO   (PARTIRE  ⇒ PARTITO)

Osservate la tabella:

Passato prossimo dei verbi AMARE, VENDERE E PARTIRE

Soggetto Ausiliare Participio passato Ausiliare Participio passato Ausiliare Participio passato
io ho amato ho venduto sono partito/a
tu hai amato hai venduto sei partito/a
lui – lei ha amato ha venduto è partito/a
noi abbiamo amato abbiamo venduto siamo partiti/e
voi avete amato avete venduto siete partiti/e
loro hanno amato hanno venduto sono partiti/e

Passato prossimo dei verbi ESSERE e AVERE

Soggetto Ausiliare Participio passato Ausiliare Participio passato
io sono stato/a ho avuto
tu sei stato/a hai avuto
lui-lei è stato/a ha avuto
noi siamo stati/e abbiamo avuto
voi siete stati/e avete avuto
loro sono stati/e hanno avuto

Se prestaram atenção nas tabelas, terão percebido que com o verbo auxiliar AVERE o particípio passado não sofre nenhuma alteração. Já com o auxiliar ESSERE, o particípio passado concorda em gênero e número com o sujeito. Para que possam saber qual dos auxiliares devem ser usados na composição do passato prossimo, peço que abram uma boa gramática da língua portuguesa e consultem o capítulo que aborda a TRANSITIVIDADE DOS VERBOS, está bem? Pois esse será um ponto importante daqui para frente.

Em linhas gerais, o auxiliar AVERE é usado com os verbos transitivos, ou seja, com os verbos que respondem às perguntas: Chi? – Che cosa? (Quem? O quê?)

Exemplos

Ho mangiato (cosa?) una banana.

Abbiamo incontrato (chi?) Carlo e Anna.

O verbo auxiliar ESSERE é usado com os verbos intransitivos, ou seja, com os verbos que não respondem às perguntas Chi? – Che cosa? O auxiliar ESSERE é usado com:

  • verbos que indicam movimento (verbi di movimento):partire, uscire, tornare, andare, ecc. (partir, sair, retornar/tornar, etc.) – Anna è partita per il Brasile ieri mattinaClaudia e Luciana sono uscite insieme dall’universitàLuca è tornato a casaAlex e Roberto sono andati al mare.
  • verbos reflexivos/pronominais (verbi riflessivi/pronominali):alzarsi, svegliarsi, lavarsi, ecc. (levantar-se, acordar, lavar-se, etc.) – mi sono alzato presto; ti sei svegliato alle 5 del mattino.
  • verbos de estado (verbi di stato):stare, rimanere, restare, ecc. (estar, permanecer, ficar, etc.) – sono stata tutta la giornata a casa, sono rimasta in ufficio fino alle 5; a mio fratello sono restati pochi soldi.
  • verbos que indicam uma mudança: diventare, nascere, morire, ecc. (tornar-se, nascer, morrer).  – Carla è diventata mamma; Sofia è nata nel 2007; il mio gattino è morto settimana scorsa.

Com o auxiliar ESSERE o participio passato concorda em gênero (masculino ou feminino) e em número (singular ou plural) com o sujeito.

Ouça o áudio com a explicação:

Arrivederci e buono studio!

Cláudia

Cláudia Lopes

Claudia Lopes é formada em letras pela UFRJ (português - italiano). Morou 8 anos na Itália, lecionou português na Università degli Studi di Bari; fala inglês fluentemente e estuda alemão. Mantém atualmente o site Affresco Italiano.

Mostrar 7 comentários

  • 22/06/15  
    SILVANA Colosso diz: 1

    Gostei muito dessa explicação do uso dos verbos Essere ou avere quando vamos usar o tempo verbal passato prossimo ! Entendi e me ajudou ! Obrigada !

    • 23/06/15  
      Claudia Lopes diz:

      Cara Silvana,

      Que bom que gostou da explicação. Venho notando, com o passar dos anos, que a dificuldade maior dos alunos brasileiros não é o “passato prossimo” em si, mas a transitividade dos verbos. No geral, os tempos verbais formados por auxiliares (no caso, ESSERE e AVERE) causam um certo desconforto em nós, brasileiros, sobretudo se expressam a ideia de algo concluído no passado. Afinal, os tempos pretéritos compostos da língua portuguesa nos dão, quase sempre, a ideia de ação continuada, como, por exemplo, o pretérito perfeito composto do indicativo (ex.: eu tenho estudado muito ultimamente). Mais à frente, veremos como se traduz esse tempo verbal em italiano.

      Arrivederci e a presto!

  • 23/06/15  
    jose luiz romao diz: 2

    Gostei muito da explicação sempre tive dificuldade em aprender os tempo verbal mas agora vou esforçar bastante obrigado.

    • 23/06/15  
      Claudia Lopes diz:

      José, tente ler textos em italiano e ouvir músicas, pois ajuda muito a interiorizar certas estruturas verbais.
      Arrivederci e buono studio!!!

  • 30/06/15  
    Pagliacci diz: 3

    Uau!
    Faço questão de parabenizá-las pelo excelente trabalho que fazem aqui neste site. E peço do fundo do coração que continuem o trabalho, pois estou aprendendo muito – assim como muitos!
    Mal posso esperar pelas lições que deixarão claras as diferenças e nuances entre os tempos verbais.
    Um forte abraço!

    • 01/07/15  
      Claudia Lopes diz:

      Caro Pagliacci,

      Agradecemos, de coração, pelo feedback e pelos elogios. Realmente, a nossa intenção é a de continuar elaborando posts interessantes para os nossos leitores. Daqui a alguns dias, publicaremos o post sobre o “passato remoto”. Aguarde!

      Arrivederci e a presto!

      Cláudia Lopes

  • 19/08/16  
    Emídio Campagnaro diz: 4

    Nossa, vc me ajudou muitooooo!! Perfeita a explicação!! Como posso seguir suas postagens?? Tem face também para essas publicações !! Agradeço a atenção